Shopping: Subtotal:R$0,00
SAC +55 21 3496-8343

As 5 Dicas de treino que você nunca recebeu

Fala galera, hoje vamos fazer aquele pequeno ajuste no seu treinamento para ajudar vocês a obter resultados de alto impacto!

Sabemos que Isso pode soar como uma afirmação muito ousada, mas as cinco dicas de treinamento que você está prestes a ler podem simplesmente mudar muito do que você está fazendo atualmente na academia. E quando aplicadas corretamente, podem ajudá-lo a obter ganhos por muitos anos. Então, vamos começar!

1. Comece seus exercícios com os exercícios que você mais odeia

A maioria das pessoas tem para cada parte do corpo alguns exercícios favoritos e é claro estão mais propensas a fazer esses movimentos em seus treinos.

Exercícios que são simplesmente difíceis de realizar, geralmente são deixados de lado, porque vamos ser sinceros, você provavelmente os odeia!

Por exemplo, poucos iniciantes aproveitam o leg day, e o principal exercício que eles evitam é o agachamento. Extensões de perna, por outro lado, não são tão ruins. Mas qual deles oferece mais resultado?

Saiba que vários exercícios de peso livre que muitas articulações, como o agachamento, provaram ser superiores aos movimentos de uma articulação e aos exercícios usando equipamentos.

Exercícios que trabalham muitas articulações têm sido associados a uma maior liberação de hormônios como a testosterona e o hormônio do crescimento. Além disso, se você os evitou até agora, seus músculos provavelmente responderão a um surto de crescimento.

Com o tempo, você aprenderá que os movimentos mais difíceis são aqueles que oferecem os melhores resultados. Em vez de evitá-los, inclua-os regularmente em seus treinos e faça-os primeiro antes que a fadiga se instale para que você possa usar um peso realmente desafiador.

 

2 - Não fique repetindo os mesmos exercícios por tempo indeterminado

Na presença de uma boa nutrição, um novo estímulo de treinamento força as fibras musculares a se reconstruírem e se tornarem mais fortes e mais grossas do que antes. Mas o impacto do estímulo começa a diminuir com o tempo à medida que o corpo se adapta, então você tem que continuar aumentando a sobrecarga de alguma forma ou simplesmente não fará mais adaptações. Você pode adicionar mais peso, fazer mais repetições ou diminuir seus intervalos de descanso para continuar obtendo ganhos adicionais.

Mudar o alvo das suas repetições e as técnicas de intensidade - como usar repetições forçadas, repetições parciais ou negativas, entre outras - também pode introduzir variedade e novidade em seus treinos, mas essas técnicas devem ser incluídas em uma estratégia bem pensada e não apenas aleatoriamente. aplicado.

Uma vez que você se sente confortável, você tende a ficar estagnado. Isso limita seu potencial físico, porque você não está mais progredindo. Saia dessa zona de conforto e empurre seus limites. Uma vez que você se acostume com esse estilo de treinamento, manipule outra variável para continuar fazendo do treino um desafio!

 

3 - Não torne cada set o mais difícil possível

Os levantadores de peso dedicados costumam usar técnicas avançadas de treinamento para levar cada série bem além da falha muscular.

Embora o treinamento para o fracasso possa estimular o crescimento muscular, há evidências que sugerem que ele também aumenta o potencial de overtraining e esgotamento psicológico.

A idéia é que o treinamento até a falha executado de forma errada pode não desempenhar um papel menor na resposta hipertrófica, ou treinar até a falha com peso leve pode não produzir ganhos de força acentuados. Na verdade, aumentar a resistência do movimento é que está mais correlacionado com ganhos de força e hipertrofia.

Intensidade de treinamento (peso médio levantado por dia, semana, etc.) e intensidade relativa (percentual máximo de repetições) são mais críticos para obter ganhos de força e potência, especialmente entre treinadores experientes.

Usar pesos mais pesados ​​e não treinar consistentemente até a falha fornece estímulo adequado, especialmente no que diz respeito ao desenvolvimento de força.

4 - Aumente o repertório de exercícios

Identificar novos movimentos que você gostaria de experimentar não é difícil Nós constantemente apresentamos variações incomuns de exercícios, como novas torções nos tríceps e exercícios de costas por exemplo.

Além de tentar movimentos que são novos para você, faça os já existentes que você já gosta com diferentes tipos de equipamentos, ou uma mudança na aderência, postura ou posição do corpo. Fazer mudanças em pequena escala até mesmo trabalha a musculatura alvo de maneiras ligeiramente diferentes do que costumava, permitindo que você trabalhe mais completamente o músculo.

 

5 - Treine até o Pump mas só no final do exercício

Desde que Arnold Schwarzenegger fez a famosa declaração da alegria intensa de conseguir atingir o Pump, os fisiculturistas a procuraram como o Santo Graal em seu treinamento.

Mas não se engane:O Pump é o resultado de um treinamento de alto nível, especialmente quando combinado com técnicas avançadas que exaurem completamente um músculo. Ou seja, é melhor deixar para o final do seu treino. O fato é que você não quer usar esse estilo de treinamento para iniciar seu dia na academia.

Em vez disso, comece com pesos mais pesados e com repetições de baixo para moderado

Feito no início de seus treinos, quando a fadiga ainda não se instalou, esse protocolo de treino pode induzir o crescimento muscular por meio de tensão mecânica ou de dano muscular. Esses mecanismos são muito menos estimulados ao se usar pesos mais leves do que quando se treina para o Pump. No entanto, repetições maiores são superiores para a condução de fluidos para o músculo, o que aumenta o estresse metabólico. Acredita-se que todos os três mecanismos contribuem para o crescimento muscular.

Cadastre-se para receber as notícias e promoções da Fábrica de Monstros

* Campo obrigatório
Imagem do de Redacao

Esse texto foi produzido pela redação da Fábrica de Monstros. Uma equipe repleta de Monstros que estão aqui para te ajudar a crescer da maneira correta. Vem Monstro!